Sala de Conhecimento

    [RH] O Papel do Balanced Scorecard na gestão da inovação

    Este trabalho objetiva estudar como o balanced scorecard se relaciona com o processo de inovação nas organizações. Trata-se de um estudo descritivo, desenvolvido por meio de questionário, aplicado a 121 empresas. 

    FREZATTI, Fábio; BIDO, Diógenes de Souza; CAPUANO DA CRUZ, Ana Paula; MACHADO, Maria José de Camargo. O Papel do Balanced Scorecard na gestão da inovação. Prod. [online]. 2012. Revista da Administração de Empresas | FGV-EAESP. ISSN 0034-7590. 
    Leia o artigo completo

    [RH] Envelhecimento nas organizações: preconceito ou tendência?

    A população brasileira está se tornando mais velha e, consequentemente, a força de trabalho também. no entanto, o preconceito contra esses profissionais é cada vez maior. Será que as organizações estão preparadas para lidar com essa nova realidade? 

    CEPELLOS, Vanessa Martines; TONELLI, Maria José; ARANHA, Francisco; FILHO, João Lins Pereira. Envelhecimento nas organizações: preconceito ou tendência?. Prod. [online]. 2013. GVEXECUTIVO, v 12, N2. 
    Leia o artigo completo

    [RH] Universidade Corporativa: gênese e questões críticas rumo à maturidade

    O atual momento econômico do País e a aflição diante dos desafios de organizar a Copa do Mundo e as Olimpíadas colocam em evidência a extrema importância de capacitar e educar pessoas. De fato, todas as empresas preocupadas com real desenvolvimento sabem que este não será possível sem a formação permanente dos seus quadros. 

    CASTRO, Claudio de Moura; EBOLI, Marisa. Envelhecimento nas organizações: preconceito ou tendência?. Prod. [online]. 2013. Revista da Administração de Empresas | FGV-EAESP, V53, N4. ISSN 0034-7590. 
    Leia o artigo completo

    [RH] Os novos desafios da empresa do futuro

    O futuro pertence às empresas que conseguem explorar o potencial da centralização nos seus proces­sos. A reengenharia e outras iniciativas destinadas a dar forma aos negócios e às organizações já transformaram o processo de trabalho; agora é necessário transformar as pessoas que trabalham nelas para conseguirem um conjunto capaz de desempenho superior. Geralmente a responsabilidade pelos assuntos relacionados aos recur­sos humanos nas empresas tem sido atribuída à área de RH. E é exatamente essa área que precisa enfrentar uma das mais difíceis partes do desafio na modernização das empresas. Parece que as armas convencionais e toda a experiência reunida pelo pessoal de recursos humanos não serão suficientes para resolver a questão. Este artigo sugere que será necessário romper com o passado, deixar de lado alguns conceitos e experiências tradicionais e criar novidades e soluções criativas para dotar as empresas do futuro dos recursos humanos de que elas irão precisar. 

    GONCALVES, José Ernesto Lima. Os novos desafios da empresa do futuro. Rev. adm. empres. [online]. 1997, vol.37, n.3, pp. 10-19. ISSN 0034-7590. 

    Leia o artigo completo

    [RH] Recursos Humanos: uma releitura contextualista

    Resultados preliminares de uma pesquisa sobre a evolução do papel da função Recursos Humanos, por meio do enfoque contextualista. 

    GUTIERREZ, Luiz Homero Silva. Recursos Humanos: uma releitura contextualista. Rev. adm. empres. [online]. 1995, vol.35, n.4, pp. 72-82. ISSN 0034-7590. 
    Leia o artigo completo

    [RH] Treinamento e gestão da qualidade

    A organização do treinamento nas empresas pode afetar o resultado de programas de melhoria da qualidade. 

    RABELO, Flávio Marcílio; BRESCIANI FILHO, Ettore and OLIVEIRA, Carlos Alonso Barbosa de. Treinamento e gestão da qualidade. Rev. adm. empres. [online]. 1995, vol.35, n.3, pp. 13-19. ISSN 0034-7590. 

    Leia o artigo completo

    [RH] A guerra do sucesso pelos talentos Humanos

    A mudança no mundo empresarial atinge um elevado grau de inovação e agilidade, contemplando o ser humano como protagonista de uma nova história organizacional. Buscou-se constatar, na história e nas práticas atuais de administração, os referenciais de importância na gestão de recursos humanos em relação ao atendimento das necessidades e desejos dos colaboradores, como fonte estratégica de atração e retenção dos talentos humanos. A proposta para o sucesso sustentado das organizações está intimamente ligada a um redesenho na gestão de recursos humanos, transformando o atual tratamento em massa para uma gestão individualizada e diferenciada aos colaboradores, com o propósito de atender às novas exigências na retenção dos talentos humanos e da continuidade das empresas de resultados. 

    LEONARDO, Jefferson Marco Antonio. A guerra do sucesso pelos talentos humanos. Prod. [online]. 2002, vol.12, n.2, pp. 42-53. ISSN 0103-6513. 

    Leia o artigo completo

    [RH] Contratos psicológicos e terceirização: um estudo das relações entre vínculos e as práticas de gestão de pessoas

    A terceirização é, talvez, a prática de gestão mais conhecida e difundida no Brasil, afetando milhares de pessoas direta e indiretamente. Seu uso, no entanto, é bastante diversificado. No presente estudo, foram investigados os contratos psicológicos de trabalho de trabalhadores terceirizados e não-terceirizados que exercem funções semelhantes nas mesmas organizações. Participaram do estudo 210 trabalhadores do setor terciário, sendo 105 deles terceirizados. Os participantes tinham, em média, 29,5 anos (dp=10,26) e sua maioria era de mulheres (58,5%), com nível de escolaridade superior completo ou em andamento (78%). Os resultados apontaram que trabalhadores terceirizados e não-terceirizados possuem diferentes padrões de contratos psicológicos, sobretudo se atuam em empresas públicas ou particulares. As diferenças foram mais expressivas em relação ao investimento numa relação de trabalho duradoura, na expectativa de equidade e na transparência em relação a anseios e problemas, da parte dos não terceirizados.

    RIOS, Mino Correia  and  GONDIM, Sônia Maria Guedes. Contratos psicológicos e terceirização: um estudo das relações entre vínculos e as práticas de gestão de pessoas. Organ. Soc. [online]. 2010, vol.17, n.55 [cited  2015-04-10], pp. 689-703.

    Leia o artigo completo

    [RH] Os Círculos de Qualidade são ainda um tema atual?

    Evolução dos Círculos de Qualidade na França, através de pesquisa em doze empresas.
    Palavras-chave: círculos de qualidade, mudança organizacional, qualidade total, estratégia, recursos humanos, organizações francesas, administração participativa, produtividade, administração por objetivo.

    Rev. adm. empres. vol.35 no.4 São Paulo jul./ago. 1995

    Artigo originalmente publicado na revista Banque Stratégie, sob o título Les cercles de qualité sointiis encore d'actualité?, n. 91, janeiro/1993, Paris. 
    Artigo recebido pela Redação da RAE em maio/1995, avaliado em junho/1995 e aprovado para publicação em julho/1995. 
    Tradução e adaptação de Isabela Freitas Gouveia de Vasconcelos, revista por Maria Irene Stocco Betiol, Professora do Departamento de Fundamentos Sociais e Jurídicos da Administração da EAESP/FGV. 
    1. CHEVAIIER, F. lhe quality movement in France: a passing tad or a new mode of management?, Duality Forum, v. 17, juin 1991; CercJes de qualité et changement organisationnel. Paris, Economica, 1991.


    Leia o artigo completo